Indústria – ANEXO II


Planilha pronta para você calcular e controlar seus impostos do ano de 2017 para o ano de 2018, só com seu faturamento o calculo é automático!

Cadastro da Empresa

É necessário preencher o formulário do cadastro da empresa para que seja utilizada nos relatórios e outros campos da planilha para sua personalização.
Também é necessário o preenchimento dos campos FATURAMENTO TOTAL DOS MESES DE 2016, Janeiro de 2016 à Dezembro de 2016 com o faturamento bruto do mês menos os descontos e sem as notas canceladas para ser criado a Receita Bruta acumulado dos 12 meses. Que será a base de cálculos dos impostos para o ano de 2017.

 

Faturamento

Você deverá preencher os campos da planilha de faturamento todo mês a começar de janeiro de 2017, colocamos desde o ano de 2017 para que você possa conferir e saber quanto irá mudar à partir do ano de 2018. O único trabalho que você terá é saber diferenciar o seu faturamento quando é de vendas de mercadorias normais sem substituição tributária, faturamento com substituição tributária o imposto que já foi retido anteriormente, faturamento de mercadoria monofásicos e com substituição tributária que o imposto foi retido anteriormente e por fim o faturamento das mercadorias que são monofásicos. Caso tenha dificuldades, consulte sua contabilidade! Estas informações são importantes para você saber o quanto irá lucrar com sua mercadoria, pois você pode estar pagando mais imposto se estiver fazendo a sua apuração incorreta.

Assim que começar a inserir os valores do faturamento a planilha já irá calcular o “DAS”, que deverá aparecer na coluna “DAS ANEXO II – TOTAL” e também mostrará a “Alíquota Aplicável de cálculo do crédito”, que é obrigatório informar na nota fiscal eletrônica (DANFE)!

A planilha está configurada para que a partir do ano de 2018, seja feito os novos cálculos do imposto do DAS conforme a Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016.

§ 1o Para efeito de determinação da alíquota nominal, o sujeito passivo utilizará a receita bruta acumulada nos doze meses anteriores ao do período de apuração. (Redação dada pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018)
§ 1o-A. A alíquota efetiva é o resultado de: RBT12xAliq-PD, em que:
RBT12
(Incluído pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018)
I – RBT12: receita bruta acumulada nos doze meses anteriores ao período de apuração; (Incluído pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018)
II – Aliq: alíquota nominal constante dos Anexos I a V desta Lei Complementar; (Incluído pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018)
III – PD: parcela a deduzir constante dos Anexos I a V desta Lei Complementar. (Incluído pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018).

 

Relatório do Mês

O “Relatório do Mês”, mostra informações do seu faturamento total do mês, Receita Bruta do 12 meses, imposto total a pagar do DAS, faturamento por situação de cada venda da mercadoria e a porcentagem aplicada e o imposto correspondente. E a partir do ano de 2018 o relatório informa a Alíquotas e Partilha do Simples Nacional – Comércio e a Alíquota Aplicável de cálculo do crédito calculado no mês que é importante no preenchimento da “DANFE”!

Sugerimos imprimir em arquivo PDF e guarde em um outro local como um controle, caso houver algum problema com o PC!

No campo “MÊS”, selecione o mês desejado! Veja a figura abaixo:

Relatório Anual

Relatório anual tem as informações do faturamento, Receita Bruta dos 12 meses valor do imposto total e a Alíquota Aplicável de cálculo do crédito calculado no mês que é importante no preenchimento da “DANFE”!
Apenas selecione o ano que desejar e você vai obter as informações desde o ano de 2017 até 2020, caso não houver alterações na formula do cálculo do Simples Nacional

Como comprar a Planilha

Entre em contato pelo e-mail: legitimospro@hotmail.com