Serviço – ANEXO III

Planilha pronta para você calcular e controlar seu impostos do ano de 2017 para o ano de 2018, só com seu faturamento o calculo é automático!

Cadastro da Empresa

É necessário preencher o formulário do cadastro da empresa para que seja utilizada nos relatórios e outros campos da planilha para sua personalização.
Também é necessário o preenchimento dos campos FATURAMENTO TOTAL DOS MESES DE 2016, Janeiro de 2016 à Dezembro de 2016 com o faturamento bruto do mês as notas canceladas para ser criado a Receita Bruta acumulado dos 12 meses. Que será a base de cálculos dos impostos para o ano de 2017.

 

 

Faturamento

Você deverá preencher os campos da planilha de faturamento todo mês a começar de janeiro de 2017, colocamos desde o ano de 2017 para que você possa conferir e saber quanto irá mudar à partir do ano de 2018. O único trabalho que você terá é saber diferenciar o seu faturamento. Caso tenha dificuldades, consulte sua contabilidade! Estas informações são importantes para você saber o quanto irá lucrar com seus serviços, pois você pode estar pagando mais imposto se estiver fazendo a sua apuração incorreta.

Assim que começar a inserir os valores do faturamento a planilha já irá calcular o “DAS”, que deverá aparecer na coluna “DAS ANEXO III – TOTAL”!

A planilha está configurada para que a partir do ano de 2018, seja feito os novos cálculos do imposto do DAS conforme a Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016.

§ 1o Para efeito de determinação da alíquota nominal, o sujeito passivo utilizará a receita bruta acumulada nos doze meses anteriores ao do período de apuração. (Redação dada pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018)
§ 1o-A. A alíquota efetiva é o resultado de: RBT12xAliq-PD, em que:
RBT12
(Incluído pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018)
I – RBT12: receita bruta acumulada nos doze meses anteriores ao período de apuração; (Incluído pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018)
II – Aliq: alíquota nominal constante dos Anexos I a V desta Lei Complementar; (Incluído pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018)
III – PD: parcela a deduzir constante dos Anexos I a V desta Lei Complementar. (Incluído pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018).

 

Relatório do Mês

O “Relatório do Mês”, mostra informações do seu faturamento total do mês, Receita Bruta do 12 meses, imposto total a pagar do DAS, faturamento por situação de cada venda da mercadoria e a porcentagem aplicada e o imposto correspondente. E a partir do ano de 2018 o relatório informa a Alíquotas e Partilha do Simples Nacional – Comércio e a Alíquota Aplicável de cálculo do crédito calculado no mês que é importante no preenchimento da “DANFE”!

Sugerimos imprimir em arquivo PDF e guarde em um outro local como um controle, caso houver algum problema com o PC!

No campo “MÊS”, selecione o mês desejado! Veja a figura abaixo:

Relatório Anual

Relatório anual tem as informações do faturamento, Receita Bruta dos 12 meses valor do imposto total e a Alíquota Aplicável de cálculo do crédito calculado no mês que é importante no preenchimento da “DANFE”!
Apenas selecione o ano que desejar e você vai obter as informações desde o ano de 2017 até 2020, caso não houver alterações na formula do cálculo do Simples Nacional.

Atividades de Prestação de Serviços que estão no Anexo III no Ano de 2018

I – creche, pré-escola e estabelecimento de ensino fundamental, escolas técnicas, profissionais e de ensino médio, de línguas estrangeiras, de artes, cursos técnicos de pilotagem, preparatórios para concursos, gerenciais e escolas livres, exceto as previstas nos incisos II e III do § 5º-D deste artigo; (Redação dada pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 01/01/2009)

II – agência terceirizada de correios; (Incluído pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 22/12/2008)

III – agência de viagem e turismo; (Incluído pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 22/12/2008)

IV – centro de formação de condutores de veículos automotores de transporte terrestre de passageiros e de carga; (Incluído pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 22/12/2008)

V – agência lotérica; (Incluído pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 22/12/2008)

IX – serviços de instalação, de reparos e de manutenção em geral, bem como de usinagem, solda, tratamento e revestimento em metais; (Redação dada pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 01/01/2009)

XIII – transporte municipal de passageiros; (Incluído pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 01/01/2009)

XIV – escritórios de serviços contábeis, observado o disposto nos §§ 22-B e 22-C deste artigo; (Incluído pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 01/01/2009)

XV – produções cinematográficas, audiovisuais, artísticas e culturais, sua exibição ou apresentação, inclusive no caso de música, literatura, artes cênicas, artes visuais, cinematográficas e audiovisuais; (Incluído pela Lei Complementar nº 133, de 28 de dezembro de 2009) (efeitos: a partir de 01/01/2010)

I – que explore atividade de prestação cumulativa e contínua de serviços de assessoria creditícia, gestão de crédito, seleção e riscos, administração de contas a pagar e a receber, gerenciamento de ativos (asset management), compras de direitos creditórios resultantes de vendas mercantis a prazo ou de prestação de serviços (factoring); (efeitos: a partir de 01/07/2007)

II – que tenha sócio domiciliado no exterior; (efeitos: a partir de 01/07/2007)

III – de cujo capital participe entidade da administração pública, direta ou indireta, federal, estadual ou municipal; (efeitos: a partir de 01/07/2007)

V – que possua débito com o Instituto Nacional do Seguro Social – INSS, ou com as Fazendas Públicas Federal, Estadual ou Municipal, cuja exigibilidade não esteja suspensa; (efeitos: a partir de 01/07/2007)

VI – que preste serviço de transporte intermunicipal e interestadual de passageiros, exceto quando na modalidade fluvial ou quando possuir características de transporte urbano ou metropolitano ou realizar-se sob fretamento contínuo em área metropolitana para o transporte de estudantes ou trabalhadores; (Redação dada pela Lei Complementar nº 147, de 7 de agosto de 2014) (efeitos: a partir de 01/01/2015)

VII – que seja geradora, transmissora, distribuidora ou comercializadora de energia elétrica; (efeitos: a partir de 01/07/2007)

VIII – que exerça atividade de importação ou fabricação de automóveis e motocicletas; (efeitos: a partir de 01/07/2007)

IX – que exerça atividade de importação de combustíveis; (efeitos: a partir de 01/07/2007)

“X – que exerça atividade de produção ou venda no atacado de: (Redação dada pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008). (efeitos: a partir de 01/01/2009)
a) cigarros, cigarrilhas, charutos, filtros para cigarros, armas de fogo, munições e pólvoras, explosivos e detonantes; (Incluída pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008). (efeitos: a partir de 01/01/2009)
b) bebidas não alcoólicas a seguir descritas: (Redação dada pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018)
4 – cervejas sem álcool; (Incluído pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008). (efeitos: a partir de 01/01/2009)
c) bebidas alcoólicas, exceto aquelas produzidas ou vendidas no atacado por: (Incluída pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018)
1. micro e pequenas cervejarias; (Incluído pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018)
2. micro e pequenas vinícolas; (Incluído pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018)
3. produtores de licores; (Incluído pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018)
4. micro e pequenas destilarias; (Incluído pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018)

XII – que realize cessão ou locação de mão-de-obra; (efeitos: a partir de 01/07/2007)

§ 5o-D. Sem prejuízo do disposto no § 1 do art. 17 desta Lei Complementar, as seguintes atividades de prestação de serviços serão tributadas na forma do Anexo III desta Lei Complementar: (Redação dada pela Lei Complementar nº 155, de 27 de outubro de 2016) (efeitos: a partir de 01/01/2018)

I – administração e locação de imóveis de terceiros; (Redação dada pela Lei Complementar nº 147, de 7 de agosto de 2014) (efeitos: a partir de 01/01/2015)

II – academias de dança, de capoeira, de ioga e de artes marciais; (Incluído pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 22/12/2008)

III – academias de atividades físicas, desportivas, de natação e escolas de esportes; (Incluído pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 22/12/2008)

IV – elaboração de programas de computadores, inclusive jogos eletrônicos, desde que desenvolvidos em estabelecimento do optante; (Incluído pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 22/12/2008)

V – licenciamento ou cessão de direito de uso de programas de computação; (Incluído pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 22/12/2008)

VI – planejamento, confecção, manutenção e atualização de páginas eletrônicas, desde que realizados em estabelecimento do optante; (Incluído pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 22/12/2008)

IX – empresas montadoras de estandes para feiras; (Incluído pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 01/01/2009)

XII – laboratórios de análises clínicas ou de patologia clínica; (Incluído pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 01/01/2009)

XIII – serviços de tomografia, diagnósticos médicos por imagem, registros gráficos e métodos óticos, bem como ressonância magnética; (Incluído pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 01/01/2009)

XIV – serviços de prótese em geral. (Incluído pela Lei Complementar nº 128, de 19 de dezembro de 2008) (efeitos: a partir de 01/01/2009)

 

“CONSULTE SEMPRE SEU CONTADOR!”

ESTÁ PLANILHA NÃO MUDA DE ANEXO, ELA É APENAS PARA AS ATIVIDADES QUE ESTÃO NO ANEXO III NO ANO DE 2018! VERIFIQUE À PLAHILHA DE SERVIÇOS DO ANEXO V, ELA MUDA DO ANEXO V PARA O ANEXO III CONFORME O FATOR (r), ANTES DE ADQUIRIR A PLANILHA TIRE SUAS DÚVIDAS, OBRIGADO!

Como comprar a Planilha

Entre em contato pelo e-mail: legitimospro@hotmail.com